Como deixar a barba crescer (sem fazer força) - Homem no Espelho
LEIA!

Como deixar a barba crescer (sem fazer força)

Você decidiu entrar para o time dos barbudos? A gente ensina o passo-a-passo para cultivar os pelos desde a estaca zero e adotar uma barba bem bacana. 

Homem No Espelho - Como cultivar a barba

Bem, você finalmente decidiu entrar para o time dos barbudos. Nem vamos gastar seu tempo reforçando que a pelagem facial está totalmente na moda, porque basta olhar à sua volta. E a tendência da barba rala, estilo “por fazer”, além de ser uma mão na roda para quem não consegue ter uma pelagem abundante, veio a calhar para os preguiçosos que achavam um saco ter de se barbear todo dia. Você também pode ir além e querer exibir uma barba de comprimento médio ou mesmo em estilo lenhador (ou lumberjack). Isso leva tempo, mas uma hora ou outra você chega lá.

Então vamos ao que interessa: ensiná-lo a cultivar seus pelos desde a estaca zero e adotar alguns cuidados para evitar as pedras que fatalmente vai encontrar no caminho: coceira, pelo encravado e aparência desgrenhada. Para isso, pedimos a assessoria da dermatologista Ivana Prado, da clínica Adriana Vilarinho, de São Paulo.

Alerta importante: se você só tem uma barbicha rala, fina e cheia de falhas não há nada que possa fazer para transformá-la em um matagal. Esqueça as dicas que ensinam a se barbear de um jeito ou de outro para os fios engrossarem ou crescerem rápido. Nada adianta fazer a barba todo dia, ou quinze vezes por dia, nem passar a lâmina no sentido contrário ao crescimento dos pelos: é tudo lenda urbana. “A velocidade de crescimento, o volume e a espessura do pelo são características determinadas pela herança genética”, diz Ivana Prado. A gente jura que não quer fazer você desanimar, mas fez uma matéria só sobre barba rala — para ler na íntegra, clique aqui.

Confira os estágios pelos quais você fatalmente vai passar até se tornar um barbudão.

PRIMEIRO ESTÁGIO: CULTIVE A PACIÊNCIA

O primeiro passo é guardar a lâmina ou o barbeador no fundo da gaveta e se munir de paciência digna de um monge budista. A velocidade de crescimento dos pelos varia de homem para homem, mas será preciso pelo menos um mês para passar da cara limpa à barba mais ou menos relevante. Resista a desistir no meio do caminho e passar a lâmina.

Três meses é o período em que normalmente você vai chegar ao estágio da barba cheia. Como todo mundo adota o estilo “por fazer”, ninguém vai estranhar quando sua barba ainda estiver incipiente.

SEGUNDO ESTÁGIO: AGUENTE A COCEIRA

Se você não está acostumado a deixar os pelos crescerem, prepare-se para a coceira. Principalmente na primeira e na segunda semanas, você pode ter vontade de jogar a toalha e resgatar a lâmina de barbear. O pescoço será uma zona de alto risco de coceira, porque essa região raspa no queixo durante os movimentos.

“Para acalmar a irritação da pele, aplique hidratante facial, que também deixa os pelos menos secos e mais maleáveis”, ensina a dermatologista. Evite produtos à base de álcool, que ressecam a pele. Também ajuda aplicar gel pós-barba. “Esse produto contém substâncias que acalmam a pele”, completa a médica. E seja forte, homem!

TERCEIRO ESTÁGIO: EVITE CRAVOS E ESPINHAS

Outro cuidado é com a limpeza correta. Os pelos acumulam sujeira e a própria oleosidade do rosto e podem contribuir para o surgimento de cravos e espinhas, especialmente em quem tem tendência à acne. No estágio inicial, enquanto a barba ainda está curta, lave duas vezes por dia com o mesmo sabonete facial que usa no rosto (você não usa na cara o mesmo sabonete do corpo, certo?). “Os sabonetes faciais são suaves e ajudam a diminuir o excesso de oleosidade da pele, por controlar a atividade das glândulas sebáceas”, explica Ivana Prado.

QUARTO ESTÁGIO: DEFENDA-SE DOS PELOS ENCRAVADOS

Esse é o momento em que a pele fica suscetível ao encravamento dos pelos. Eles ocorrem quando a ponta do fio, ao crescer, enrola e entra de novo na pele. “O corpo reage como se o pelo fosse um corpo estranho, desencadeando a pseudofoliculite, inflamação que forma bolinhas amarelas ou avermelhadas como espinhas,”, diz Ivana Prado. Caso o ponto inflamado seja contaminado por bactérias, instala-se a infecção conhecida como foliculite, que costuma ser acompanhada por muita coceira e dor.

Para prevenir e aliviar o problema, a dermatologista sugere a limpeza da pele com esfoliante facial. “Ele tem partículas minúsculas que fazer uma leve abrasão na pele, retiram as células mortas da superfície e deixam o rosto mais liso”, explica. Faça esfoliação apenas uma ou duas vezes por semana, porém, para não agredir a pele.

Outra alternativa é recorrer uma vez por mês ou a cada quinze dias a uma clínica de estética ou consultório dermatológico para fazer limpeza de pele. “Os peelings de ácido salicílico proporcionam bons resultados contra os pelos encravados e a acne”, diz Ivana.

QUINTO ESTÁGIO: NÃO FIQUE COM CARA DE HOMEM DAS CAVERNAS

À essa altura, uns 40 dias depois de aposentar a lâmina, você vai chegar ao ponto em que sua barba ficará horrível. Simples assim. Desgrenhada, cheia de pontas, porque os fios estarão em tamanhos diferentes nas várias áreas do rosto. É o momento em que você vai perceber se os fios são crespos, enrolados ou mais lisos.

Comece a apará-la com lâmina ou aparador elétrico, desenhando os contornos das bochechas e a linha do pescoço. Apare os fios do bigode na linha dos lábios, aos poucos, usando tesourinha — ela é um instrumento seguro para você não cortar mais do que deve.

Cuidado para não errar a mão e raspar onde não devia e botar tudo a perder. Seja econômico nas manobras e raspe apenas o suficiente para deixar a barba alinhada.

SEXTO ESTÁGIO: ESCOLHA UM ESTILO

Esse é o momento onde você deve começar a pensar em qual estilo de barba vai querer adotar e começar a desenhá-la de jeito. E se você acha que o repertório é curto, está equivocado. Homem No Espelho selecionou nada menos do que 12 jeitos diferentes de barba para você se inspirar — para ler a matéria, clique aqui.

Você já pode raspar as laterais do rosto, caso queira cultivar só bigode e cavanhaque. Ou desenhar os contornos das bochechas para deixar a barba quadrada ou arredondada. É só questão de gosto, mas fique atento se o estilo escolhido combina com seu formato de rosto.

SÉTIMO ESTÁGIO: CUIDE BEM DO QUE TEM

Quando a barba começar a ganhar corpo, a gente recomenda lavá-la com o mesmo xampu do cabelo ou um específico para barba. Uma boa opção é começar a usar um óleo de barba, que é formulado especialmente para os pelos faciais.

Em cerca de dois meses, você já deverá ter uma barba de responsa. O ideal aí é começar a frequentar uma barbearia e recorrer ao serviço de um profissional. A não ser que você tenha mesmo uma mão muito boa, certo?

Para a manutenção, lave a barba todo dia junto com o cabelo e, para deixar os fios maleáveis e hidratados, aplique condicionador ou óleo de barba.

Caso tenha cultivado uma barba longa, estilo lenhador, você pode usar secador para deixá-la mais cheia. E ainda pode dar uma estilizada usando uma pomada especial para barba. E faça do pente seu melhor amigo para deixá-la sempre ajeitada ao longo do dia.

E pronto! Você já pode correr para o abraço (literalmente!), porque cada vez mais gente (homens e mulheres) acham um cara barbado incrivelmente sexy. Sua mãe provavelmente não vai gostar, mas não é a ela que você quer agradar, certo? Bem-vindo ao clube!

  • Muito bom o artigo, sucesso!

  • Igor Augusto

    Sobre o terceiro estágio…
    Então se eu tiver um excesso de oleosidade na pele, com cravos e espinhas constantes, isso pode atrapalhar o crescimento de barba no meu rosto?

    • wilson

      Oi, Igor, É legal você procurar tratar o excesso de oleosidade e a acne, com ou sem barba (dê uma busca no site e veja nossas matérias sobre isso). A acne não vai atrapalhar o crescimento da sua barba: ela vai crescer normalmente, grossa e cerrada ou rala e falhada, de acordo com sua genética. Mas a pele sob ela não deve estar estar maltratada, porque podem surgir ou piorar problemas como pelo encravado, foliculite, coceira etc. Ajudamos? Abraço

Por favor, espere...

Quer receber dicas sobre cuidados com barba, cabelo e pele e as novidades em perfumes e produtos masculinos?

Inscreva-se com seu e-mail e receba nossa newsletter