Como deixar sua roupa social sempre com cara de nova - Homem no Espelho - O site de cuidados masculinos mais lido do Brasil
LEIA!

Como deixar sua roupa social sempre com cara de nova

Com alguns cuidados bem simples você deixa seus ternos, gravatas e sapatos sempre novos em folha. E ainda dá vida longa às peças.

Tanto faz se você usa roupa social porque gosta ou porque seu trabalho exige: não basta só caprichar no estilo. Você tem que cuidar bem dos ternos, costumes, gravatas e sapatos até para fazê-los durar mais. A rotina de cuidados para limpar e guardar corretamente essas peças não é nada complicada. Vale a pena dedicar um tempinho a ela, para dar vida longa às peças.

Quem dá as dicas neste post é o mais novo parceiro do Homem No Espelho, o consultor de imagem e estilo pessoal e corporativo Deivi Pereira, catarinense baseado em São Paulo que também é personal stylist e personal shopper. “Um bom terno é resultado de uma arte e de muitas horas de trabalho. Por isso deve ser tratado com todo carinho e atenção”, diz Deivi.

Confira abaixo as dicas do Deivi para manter sua roupa social sempre em dia.

ESCOVE O TERNO DEPOIS DE USAR

Antes de guardar o terno ou costume, deve-se escová-lo levemente. “Para isso é ideal uma escova para roupa de cerdas naturais. Mas você deve estar se perguntando: “Mas temos que fazer isso só para pendurá-lo no guarda-roupa?” “Isso é importante para conservar a roupa e não apenas mandar para a lavanderia e esperar que o fornecedor traga limpinho”, diz Deivi.

Os rolos adesivos ajudam? “Ajudar ajudam, mas não são a melhor opção”, afirma o consultor. “Eles podem deixar restos de cola no tecido e danificá-lo”, diz. O ideal mesmo é escovar o paletó e a calça com cuidado depois de cada uso, com cuidado para não arrancar os botões. “Dê atenção aos bolsos, pois eles acumulam sujeira facilmente”, explica Deivi.

PENDURE O PALETÓ NUM CABIDE APROPRIADO


O terno deve ser pendurado num bom cabide logo após o uso. E o que seria um “bom” cabide? “Um cabide com o formato dos ombros, que ajuda a manter o caimento do paletó quando pendurado”, explica Deivi. Portanto, não pode ser um daqueles cabides porcarias de arame que as lavanderias usam para entregar o terno depois de lavado. “Desde que o cabide forme bem os ombros, não precisa ser de madeira: pode ser de plástico mesmo”, explica. Se o terno ou costume for usado por vários dias seguidos, deve “descansar” alguns dias no cabide para voltar à forma original.

Se a calça estiver muito amarrotada e você quiser passar, coloque um pano de algodão úmido entre o ferro e o tecido, para que o terno não fique brilhante após a passada do ferro.

DÊ UM BANHO DE VAPOR NO TERNO

Aproveite quando estiver tomando banho e pendure seu terno no porta-toalhas ou em um gancho na parede, para ele receber o vapor d’água. Isso umedece o tecido e faz os vincos desaparecerem, além de eliminar possíveis cheiros desagradáveis.

Sobre a limpeza a seco, Deivi conta que os especialistas do Savile Row (a rua de Londres onde estão os melhores alfaiates do mundo) chegam a afirmar que ela é desnecessária. “Escovar, arejar e dar banhos de vapor são suficientes para deixar o terno limpo. Só quando estão mesmo sujos ou manchados tem que mandar lavar mesmo. Mas só em caso extremos”, diz Deivi.

Ah! Mas o colarinho, não fica engordurado com o tempo? ”Não deveria”, diz Deivi, “pois o colarinho do paletó deve encostar no colarinho da camisa e não no pescoço”.

GRAVATAS: FÁCEIS DE CUIDAR

De maneira geral, as gravatas não precisam ser lavadas. Além de não sujarem facilmente, por não ficarem em contato com o corpo, alguns tecidos como linho, crochê e seda costumam ser bem delicados. Também não pode torcer a gravata! “No caso de manchar com algo que você derrubou, limpe imediatamente com um pano úmido”, diz Deivi. Alguns tipos de gravatas podem ser lavadas a seco.

O cuidado básico é, depois de tirar a gravata, desfazer o nó e pendurar num cabide, para evitar que ela deforme.

SAPATOS SOCIAIS: BEM GUARDADOS E ENGRAXADOS

Um cuidado básico, que muita gente não sabe, é que o mesmo sapato nunca deve ser usado dias seguidos. “O sapato precisa de um dia de repouso, pelo menos, para arejar e voltar à forma original. Se tiver a tendência a acumular umidade, o melhor é deixá-lo ventilar por dois dias”, explica Deivi.

Depois do uso, deve-se colocar formas dentro dos sapatos, para que voltem à forma original. “Os sapatos de pala (mocassins) têm de ser mais distendidos do que os sapatos de cadarço, pois deformam facilmente”, diz Deivi.

As formas não têm de ser obrigatoriamente de madeira (são mais caras), mas esse material é melhor porque absorve a umidade interna do calçado, segundo o consultor de estilo.

O cuidado com os sapatos inclui deixá-lo sempre limpos e brilhantes. E quais produtos utilizar? “Primeiro, evite aquelas esponjas que você compra em supermercados, pois elas acabam com seu sapato”, alerta Deivi. ”Esse tipo de produto tem na composição química derivados de petróleo, como silicone, que ressecam o couro. O ressecamento não aparece na hora, mas com o tempo você vai perceber que o couro começa a ficar quebradiço.”

O certo é escovar ou limpar o sapato com um pano levemente úmido sempre que estiver sujo. “Quando estiver pedindo por uma boa engraxada, deve-se optar por graxa de boa qualidade, à base de cera de abelha e de carnaúba”, diz Deivi. Mas só passe a graxa depois de limpar bem o sapato com escova e pano. Depois que a graxa secar, dê brilho com escova.


Depois do uso, deve-se colocar formas dentro dos sapatos, para que voltem à forma original. “Os sapatos de pala (mocassins) têm de ser mais distendidos do que os sapatos de cadarço, pois deformam facilmente”, diz Deivi.

As formas não têm de ser obrigatoriamente de madeira, que são mais caras, esse material é melhor porque absorve a umidade interna do calçado.

Deivi Pereira é consultor de imagem e estilo, pessoal, personal stylist e personal shopper e tem o blog masculino Global Fashion Styles.

 

 

 

 

 

 

Por favor, espere...

Quer receber dicas sobre cuidados com barba, cabelo e pele e as novidades em perfumes e produtos masculinos?

Inscreva-se com seu e-mail e receba nossa newsletter