LEIA!

5 erros do barbear que detonam sua pele

Tem caras que sofrem ao fazer a barba, mas por opção: só usam água, optam por aparelhos baratinhos, não passam pós-barba... Daí não dá para reclamar! O barbear correto tem etapas que devem ser seguidas à risca ou o resultado só pode ser desastroso para a pele.

homem-no-espelho-5-erros-ao-barbear

Texto e foto: Wilson Weigl

Modelo: Kaian Bentlin (OXYgen Models)

Fazer a barba não é das atividades mais divertidas do mundo. principalmente para quem tem que fazer todo dia. Mas para muitos homens (muitos mesmo) esse ritual pode ser uma verdadeira tortura, por causa da irritação, ardor e vermelhidão causada pela lâmina de barbear. Grande parte dos homens tem pele sensível, condição que os dermatologistas não sabem bem qual é a causa. Mas muitos homens sofrem porque querem. Sim, isso mesmo!

Tem caras que fazem a barba só com água (fria, para piorar ainda mais), outros usam aqueles aparelhos baratinhos de duas lâminas. Há aqueles que nunca passam pós-barba para acalmar e cicatrizar a pele. Daí não tem como reclamar. O barbear correto tem etapas que devem ser seguidas à risca, sem barganha, ou o resultado só pode ser desastroso para a pele. Principalmente porque a passagem da lâmina é uma agressão, diária às vezes.

Quem sofre com acne ou pelo encravado tem que caprichar ainda mais no trato, para evitar sofrimento em dobro. Confira aqui os 5 erros mais comuns ao barbear que detonam seu rosto. E transforme esse ritual masculino um momento de mais prazer e menos martírio.

  • ERRO 1: NÃO PREPARAR A PELE

Não adianta nada molhar o rosto com água fria, passar gel ou espuma e achar que está pronto para passar o aparelho. Os pelos continuam duros, oferecendo resistência à passagem da lâmina. O resultado é irritação na certa.

Lembre como os barbeiros profissionais preparam a pele do freguês: com uma toalha molhada em água quente, para amolecer a pele e os pelos. O ideal é barbear-se depois do banho, mas se não der, use esse truque das barbearias. Molhe uma toalha em água bem quente (ou ponha no micro-ondas) e aplique no rosto.

Uma boa ideia também é usar um produto pré-barbear, que condiciona a pele e os pelos.

HOMEM NO ESPELHO RECOMENDA:

Creme 2 Em 1 Pré E Pós-Barbear O Boticário Men Only

homem-no-espelho3

Pode ser usado para barbear, amolecendo os pelos para a passagem da lâmina, e também como pós-barba, para acalmar a pele e evitar irritação. Também pode ser usado para hidratar os fios de barba longa. Tem perfume bem gostoso, que junta couro, âmbar, gengibre e pimenta. Para comprar, clique aqui para ir à loja.

 

  • ERRO 2: USAR UM APARELHO BARATO

Não tem jeito: aparelhos de barbear com menos de três lâminas são baratinhos, mas não fazem direito o serviço. Até porque geralmente não têm fita lubrificante, indispensável para fazer a lâmina deslizar mais suavemente.

O ideal é optar por cartuchos de três a cinco lâminas, com fita lubrificante, porque a diferença é gritante. Os aparelhos com cabeça móvel também se ajustam melhor aos contornos do rosto, evitando cortes. Repare também se o cartucho tem aparador, que é um plus para barbear com mais facilidade embaixo do nariz, bigode e costeleta.

HOMEM NO ESPELHO RECOMENDA:

Aparelho Gillette Fusion Proshield

homem-no-espelho4

Sua inovação é uma segunda fita lubrificante abaixo das lâminas (cinco) que diminui o atrito com a pele a cada passada do aparelho. Tem cabeça que se move em todas as direções e sistema de lubrificação com polímeros que contêm ingredientes que acalmam a pele. Para comprar, clique aqui para ir à loja.

 

  • ERRO 3: USAR UM CREME DE BARBA QUALQUER

Quanto mais sensível for sua pele, mais você precisa caprichar no produto que usa para se barbear. É fácil sacar que quanto mais alta a qualidade do gel ou da espuma, mais bons ingredientes ele vai ter. São ativos que hidratam a pele e tornam menos agressiva a passagem da lâmina.

Existem produtos formulados especificamente para homens de pele sensível, que aliviam o estrago causado pelo barbear, que não deixa de ser uma agressão. Cheque os ingredientes do gel, espuma ou creme de barba antes de comprar.

HOMEM NO ESPELHO RECOMENDA:

Espuma de Barbear Biotherm Homme Foam Shaver

homem-no-espelho1

O mousse faz espuma abundante e suave e ainda contêm substâncias que hidratam a pele e evitam ardor e vermelhidão causados pela agressão da lâmina de barbear na pele. Formulado para peles sensíveis. Para comprar, clique aqui para ir à loja.

 

  • ERRO 4: NÃO APLICAR PÓS-BARBA

Essa é uma mancada grave, porque a lâmina raspa a epiderme, camada superficial da pele, abrindo espaço para irritação, ardor, vermelhidão e, inclusive, deixando-a exposta a bactérias.

O produto pós-barba (geralmente loção ou gel) alivia e repara os danos feitos pela lâmina na pele, auxiliando a cicatrização, ao mesmo tempo em que hidrata e dá aquela sensação boa de frescor. Retire restos de creme de barba com água fria (para fechar os poros), enxugue o rosto e passe o pós-barba logo em seguida.

HOMEM NO ESPELHO RECOMENDA:

Loção Clinique For Men Post Shave Soother

homem-no-espelho2

Indicado para todos os tipos de pele, contém ingredientes calmantes, como o aloe vera, que aliviam o ardor e aceleram a cicatrização da pele. Também hidrata a pele. Para comprar, clique aqui para ir à loja.

 

  • ERRO 5: ESCANHOAR A PELE

Ou seja, raspar o pelo no sentido contrário ao seu crescimento. Esse movimento em sentido contrário pode contribuir para o encravamento do pelo, para quem tem tendência ao problema, ou, ainda, deixar a pele irritada.

Tem homens que podem passar a lâmina de todo jeito, de lá para cá, sem qualquer problema, mas muitos têm a pele bastante sensível. Estes não podem passar a lâmina contra o sentido de nascimento dos pelos. Nesse caso, para um barbear rente, deve-se passar o aparelho mais vezes no mesmo sentido, o do crescimento do pelo no folículo da pele.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*



Por favor, espere...

Quer receber dicas sobre cuidados com barba, cabelo e pele e as novidades em perfumes e produtos masculinos?

Inscreva-se com seu e-mail e receba nossa newsletter