7 inimigos que prejudicam seu treino

Seu corpo parou de responder aos treinos? O motivo pode ser uma das 7  mancadas que comprometem seu objetivo de definir ou ganhar massa. 

Homem No Espelho - Fitness.

Por Wilson Weigl

Se você não consegue alcançar sua meta de ganhar massa ou queimar os quilos a mais, a culpa provavelmente é sua. Especialistas afirmam que não existe treino ou dieta que “não funcionem”, mas alcançar seu objetivo depende não apenas de ter disciplina, determinação e foco, mas também de não transgredir algumas regras básicas da atividade física. Cheque os inimigos que podem comprometer seu projeto boa forma.

INIMIGO No 1: NÃO AUMENTAR OS PESOS 

Sempre que o exercício ficar fácil, use cargas mais pesadas. “Quando conseguir realizar todas as repetições de uma série, caso não dê para acrescentar mais peso nos aparelhos, aumente mais 1 ou 2 repetições na série seguinte”, ensina o treinador Boyd Epley, da National Strength and Conditioning Association americana.

INIMIGO No 2: DEIXAR DE FAZER AQUECIMENTO

“Aquecer prepara o corpo para o exercício e ajuda a melhorar o desempenho”, explica Adriano de Oliveira, professor da academia Smart Fit, de São Paulo. Você pode optar por uma corrida de cinco minutos em intensidade confortável, para aquecer o corpo todo, ou executar 20 repetições de cada exercício, usando pesos bem leves, antes de fazer as séries normais com as cargas a que está acostumado.

INIMIGO No 3: FICAR TEMPO DEMAIS NO MESMO TREINO 

Até mesmo o melhor treino só funciona por um período determinado. Quanto mais você treinar, maior será a necessidade de trocar os exercícios da ficha para continuar desafiando seus músculos. É preciso trocar periodicamente de ficha para estimular a musculatura de uma maneira totalmente diferente, segundo o professor da Smart Fit.

INIMIGO No 4: MONTAR O PRÓPRIO TREINO 

É um erro comum entre quem se exercita na academia do prédio ou se considera veterano. Além de se expor a lesões, o risco é se exercitar a mais, sobrecarregando o corpo, ou de menos e trabalhar numa intensidade mais baixa do que a ideal. “O professor de educação física pode montar o treino mais adequado ao objetivo do aluno, seja perder peso ou ganhar massa, e trocá-lo de acordo com sua evolução”, diz Adriano.

INIMIGO No 5: CONFUNDIR CÉREBRO CANSADO COM CORPO CANSADO

Um dia duro no escritório deixa você quebrado e sem ânimo para treinar. E tudo o que você fez foi ficar sentado em frente ao computador. Aprenda a separar a fadiga física da mental. Seu cérebro pode estar exausto, mas seu corpo disposto a encarar o exercício. E, mais, mudar o foco de atenção para o corpo pode descansar a mente e aliviar o estresse.

INIMIGO No 6: JACAR NO FIM DE SEMANA 

Não adianta manter a dieta de segunda a sexta e relaxar no fim de semana, mandando ver na cerveja, na pizza e no pastel. Mas, por outro lado, nada de neura. “Limite os excessos a uma refeição por dia ou um dia por semana”, sugere o instrutor canadense Craig Ballantyne, criador do sistema de treino Turbulence Training. Nos outros dias, coma de maneira saudável reforçando a proteína sem deixar de lado as gorduras boas (insaturadas, como o azeite de oliva) e os carboidratos complexos (pão e arroz integral, batata doce e aveia).

INIMIGO No 7: COMPENSAR O FIM DE SEMANA NA SEGUNDA-FEIRA 

Muita gente treina além da conta para compensar a jaca ou os dois dias parados. “Aumento excessivo no tempo ou na intensidade dos exercícios pode sobrecarregar o corpo e diminuir o rendimento”, alerta Adriano de Oliveira, da Smart Fit. Para resultados duradouros, deve-se manter a regularidade nos treinos e a disciplina na dieta.

https://www.instagram.com/homemnoespelho/

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.