Chocolate dá espinhas e faz mal para a pele?

Se você ainda tem dúvida se o chocolate causa acne, leia isto. Médica esclarece definitivamente o impacto do consumo do chocolate na pele.

Por Wilson Weigl

Tem muita gente que come chocolate com culpa, com remorso, principalmente na Páscoa, por achar que ele dá espinhas. Será mesmo que o chocolate faz mal à pele?

O consumo em excesso pode aumentar o aparecimento da acne em pessoas que já possuem pré-disposição para a doença, segundo a dermatologista Flávia Villela. Pois o problema não é o cacau, que é por si só um alimento saudável, e sim a quantidade de açúcar contida no doce. “Por ter um alto índice glicêmico, o chocolate estimula a produção de sebo pelas glândulas sebáceas. O aumento da oleosidade ocorre devido a um pico de insulina, responsável por levar o açúcar para dentro das células”, explica a médica.

A médica ressalta que o cacau é fonte de energia e possui benefícios para a saúde. “O consumo de alimentos com cacau, como chocolate meio amargo ou amargo, protege o coração, auxilia na circulação sanguínea, melhora o HDL (bom colesterol), tem efeito antioxidante e anti-inflamatório, além de relaxar e proporcionar sensação de bem-estar”, informa Flávia.

LEIA TAMBÉM

É preciso saber que no chocolate ao leite o teor de cacau pode ser tão baixo que nem chega a ser significativo. O branco, então, nem leva cacau (só manteiga de cacau e, às vezes, nem ela). Chocolate baratinho, então, nunca é uma opção saudável, porque costuma ter gorduras ruins (como as hidrogenadas), péssimas para o coração, além de conservantes. Para saber mais sobre as diferenças entre os tipos de chocolate, clique aqui.

Para quem tem acne, a recomendação é o consumo do chocolate amargo ou meio amargo e em pequenas quantidades (13 g ou 4 quadradinhos). Se a pessoa não conseguir deixar de saborear o chocolate ao leite e a acne piorar, uma dica é recorrer ao dermatologista. “Existem tratamentos que podem ser feitos em casa, com produtos para uso tópico, para aplicar na pele, e outros de uso sistêmico, como antibiótico e outras medicações ingeridas via oral. Também há diversas tecnologias em consultório que podem ajudar a melhorar a acne”.

Flávia alerta que a automedicação não é recomendada. “É importante sempre procurar um médico especialista porque o uso do chocolate pode provocar vários tipos de acne, em vários graus, e cada um tem um tipo de tratamento”, finaliza.

Foto: Deposit Photos

https://www.instagram.com/homemnoespelho/

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.