Como cuidar da pele negra masculina

A pele do homem negro pede cuidados específicos, porque apesar de ter mais defesas contra a radiação solar, mancha com facilidade e costuma ser oleosa. Saiba qual é o trato ideal para a pele escura.

Homem No Espelho - Cuidados com a pele para homens negros - pele negra

Por Wilson Weigl / Modelo: Jefferson Rubinathy @jeffersonrubinathy

A pele negra tem características bem particulares. Por causa da pigmentação escura, do excesso de oleosidade e da tendência a manchas, ela precisa de um trato ligeiramente diferente da pele clara.

Por isso o homem negro precisa conhecer os atributos da pele escura para adotar uma rotina de skincare ideal e, também, escolher os cosméticos mais adequados.

“Além de ter textura oleosa no rosto e mais ressecada nas outras partes do corpo, a pele negra é naturalmente mais protegida da radiação solar do que a pele clara, devido à maior concentração de melanina, pigmento responsável pela cor. Por isso apresenta menor risco de queimaduras, rugas, envelhecimento precoce e câncer”, explica a dermatologista Gina Matzenbacher, da Clínica Leger, de São Paulo.

Em compensação, mancha com facilidade pela exposição ao sol sem proteção ou por qualquer tipo de inflamação ou trauma. Acne, arranhões, depilação e picadas de insetos podem pigmentar mais na pele negra, segundo a médica.

Justamente por essas características, Gina aconselha caprichar no filtro solar e evitar qualquer tipo de atrito que possa causar a chamada hiperpigmentação pós-inflamatória. “Não manipule lesões e cortes, tente não coçar picadas de mosquito e nem espremer espinhas, para evitar deixar a pele marcada”, avisa a dermatologista.

LEIA TAMBÉM

Como deve ser a rotina de skincare da pele negra?

Pela manhã e à noite, a dermatologista sugere lavar o rosto com sabonete formulado para uso facial. Se a pele for muito oleosa, use sabonete que controle a oleosidade, especialmente com ácido salicílico ou glicólico, substâncias que diminuem a atividade das glândulas sebáceas. Na sequência, aplique hidratante e, caso saia de casa, jamais deixe de passar filtro solar. “Escolha um produto com textura fluida, para que a pele não fique esbranquiçada”, diz Gina Matzenbacher.

Para o cuidado noturno, antes de dormir, a médica sugere o uso de um creme com ácido, para renovação celular. “Caso a pele fique irritada, inclua um hidratante na rotina e alterne com o ácido”, salienta.

Outro cuidado é na escolha dos produtos para manter a hidratação do rosto e do corpo. Na pele escura as glândulas sebáceas são mais ativas do que na clara e produzem mais sebo. “Evite substâncias muito cremosas porque elas podem provocar acne”, diz Gina. Então, prefira produtos em forma de gel ou creme com textura leve.

Vale destacar a importância de consultar um dermatologista para avaliar seu tipo de pele. “É mais comum peles negras serem oleosas, mas também existem as ressecadas e, se for esse seu caso, será necessário inverter todos esses cuidados. Por isso, a avaliação do dermatologista é fundamental”, frisa a especialista.

Pele negra também precisa de protetor solar?

Filtro solar é indispensável para todo tipo de pele. Os negros têm menor risco de queimaduras solares, porque a pele escura tem um fator de proteção solar (FPS) natural. Por ser mais resistente ao sol, ela também é mais protegida do envelhecimento precoce, rugas e câncer do que as peles claras.

Em compensação, negros têm maior propensão a manchas. As manchas no rosto (melasmas) são causadas por uma combinação de predisposição genética racial e fatores hormonais, mas, principalmente, pela exposição ao sol sem proteção. “Para evitar a formação de melasmas ou piora dos existentes, é obrigatório o uso diário do filtro solar no rosto pela manhã e, sempre que for se expor ao sol, também no corpo”, diz a médica.

Como clarear as manchas na pele negra?

Em geral são recomendados tratamentos com substâncias clareadoras, como ácidos glicólico, mandélico, salicílico e azelaico, vitamina C e hidroquinona, que atuam diretamente nas células que produzem a melanina. “Um dos agentes despigmentantes mais potentes é a hidroquinona, que, apesar de eficaz, por ser um medicamento de venda livre só deve ser usado sob orientação médica”, diz Gina Matzenbacher. Segundo a dermatologista, se manipulada de forma errada, ela pode clarear muito a pele ou, ao contrário, provocar manchas escuras acinzentadas nas áreas aplicadas.

Existem também os tratamentos com laser e luz pulsada feitos em clínicas dermatológicas, que proporcionam ótimos resultados no clareamento da pigmentação excessiva tanto no rosto como no corpo.

Essas terapias de luz exigem cuidado redobrado na pele negra devido à grande quantidade de melanina — um laser agressivo pode até levar ao aparecimento de novas manchas. Existem aparelhos com tecnologias que privilegiam a penetração da luz na medida da pele negra.

Quais são os ativos indicados para cuidar da pele negra?

Os mesmos hidratantes e cremes anti-idade e antioxidantes usados nas peles branca e amarela são recomendados para a negra. “Há os ácidos retinóico, glicólico, lático, mandélico e ferúlico, todos os agentes matificantes (que uniformizam a cor da pele), a nicotinamida e o retinol. No caso dos hidratantes, são indicados o ácido lático, a ureia e o ácido hialurônico”, diz Gina Matzenbacher.

Homem No Espelho - Cuidados com a pele para homens negros - pele negra

A pele negra também pode ficar ressecada?

Apesar de ser mais oleosa, a pele escura pode apresentar áreas de ressecamento. Por isso, é preciso manter a hidratação não apenas no rosto (com o uso diário de hidratantes após a limpeza com água e sabonete), como também no corpo.

Banho muito quente não só resseca a pele como compromete sua defesa contra bactérias, deixando o caminho aberto para micoses e outros problemas. A água quente altera a composição do manto lipídico, barreira hidratante composta de gordura e água que cobre a pele e a protege das agressões externas.

Para combater o ressecamento, é importante usar hidratantes pouco cremosos, mais leves, para evitar surgimento de acne.

https://www.instagram.com/homemnoespelho/

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.