Cuidados com cabelo para quem usa gel, pomada, cera ou spray

Nenhum modelador “estraga” o cabelo, mas no uso diário componentes químicos dos produtos podem ressecar os fios ou aumentar a oleosidade do couro cabeludo.

Por Wilson Weigl

Direto ao ponto: nenhum finalizador, seja gel, pomada, cera, spray ou musse, “estraga” cabelo nem provoca queda. Principalmente se você capricha na escolha dos produtos e aposta nas marcas de qualidade reconhecida. Mas existe um porém…

O uso frequente (às vezes diário) e a higiene incorreta fazem com que alguns componentes químicos dos produtos prejudiquem a saúde capilar, tanto por ressecar os fios quanto por aumentar a oleosidade do couro cabeludo.

Numa explicação resumida, gel, pomada, cera, mousse e spray contêm substâncias químicas que promovem a adesão dos fios, cada um à sua maneira. Obviamente boa parte delas são produtos químicos.

Assim como a sujeira do dia-a-dia e o sebo natural do couro cabeludo, resíduos químicos acumulados nas raízes dos fios comprometem seu crescimento saudável e, em alguns casos, favorecem inflamações que fazem o cabelo ficar mais ralo ou cair. Tanto que uma das causas frequentes de queda do cabelo sem fundo hereditário é inflamação do couro cabeludo causada por problemas dermatológicos, como caspa ou dermatite seborreica.

Dormir sem retirar gel, cera e pomada é um crime. Os especialistas condenam ir para a cama com o couro cabeludo e os fios impregnados de suor, sebo e restos de fixador. Como é fácil imaginar, isso tudo forma uma gororoba que não faz nenhum bem para o couro cabeludo, por obstruir os bulbos capilares, contribuindo para excesso de oleosidade e criando um ambiente propício à proliferação de fungos.

Existem táticas para você poder usar e abusar dos modeladores sem causar nenhum dano à seu cabelo. Confira.

  • Evite produtos que contenham álcool

Em qualquer produto para cabelo, o álcool resseca e deixa os fios quebradiços. Antigamente quase todo gel era feito à base de álcool, para secar rapidamente, mas hoje existem ótimos produtos que dissolvem os polímeros da fixação em água.

Leia o rótulo antes de comprar o fixador (principalmente o gel) e prefira produtos que avisem que são “livres de álcool”.

  • Não deixe resíduos no cabelo

Evite dormir com restos de gel, pomada, cera ou spray no cabelo. À noite, lave o cabelo com shampoo. Claro que, uma vez ou outra, está permitido desabar na cama sem lavar. Mas não deixe isso virar regra.

O ideal é lavar o cabelo o mais cedo possível antes de ir para a cama, para que o couro cabeludo seque completamente.

  • Capriche na hidratação do cabelo

Apesar de que as marcas atualmente se esforçam para lançar modeladores que não agridam o cabelo, seu uso frequente pode deixar os fios secos, por conta das substâncias químicas das fórmulas. Tomar sol no cabelo fixado com gel, pomada ou cera também piora o ressecamento.

Primeiro, lave a cabeça com o shampoo indicado para seu tipo de cabelo, seja seco, oleoso, normal, fino, cacheado etc. Caso tenha dúvida, leia o post que explica direitinho como são os diferentes tipos de shampoos (clique aqui). Em seguida, aplique condicionador, principalmente ao longo dos fios. Use só uma pequena quantidade e enxágue bem para retirar o excesso.

  • Não aplique o produto nas raízes

Na verdade, não há motivo algum para passar gel ou pomada no couro cabeludo. Ao aplicar o modelador, coloque um pouco do produto nas mãos, esfregue e aplique ao longo dos fios, evitando que chegue às raízes.

  • Use shampoo anti-resíduos

Se você usa diariamente gel, pomada ou cera, o ideal é usar uma vez por semana shampoo anti-resíduos, que faz uma limpeza profunda no couro cabeludo, eliminando restos de produtos químicos.

https://www.instagram.com/homemnoespelho/

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.