Experimentei o novo perfume Natura K Max

A eau de parfum intensa é uma opção bacana para quem quer marcar presença. É uma fragrância sensual e envolvente, com madeiras, incensos e especiarias. 

Perfume masculino Natura Kaiak K Max - Homem No Espelho-1

Por Wilson Weigl

Lançamento de perfume da Natura deve ser acompanhado com atenção. Nos últimos tempos a empresa (que entrou na lista das 20 maiores companhias de beleza do mundo) vem se mostrando vibrante e inquieta na criação de novas fragrâncias masculinas (a exemplo do Verum, do Essencial Oud e do Cor.Agio). A novidade é o deo-parfum K Max, intenso, especiado e amadeirado, que vem se integrar à linha Kaiak. Já está disponível para compra nas lojas físicas e online e por meio da rede de consultoras da Natura.

De cara é bom explicar o que é deo-parfum. Trata-se do nome “brasileiro” do eau de parfum, categoria de fragrâncias com alta concentração de essências. Geralmente esse tipo de perfume é indicado para usar à noite, em encontros, baladas, festas e ocasiões em que se queira marcar presença. O K Max não foge à regra e deve agradar aos homens que curtem perfumes exóticos, sensuais e envolventes. E que procuram perfumes que durem no corpo (a fixação na pele é uma das deficiências dos perfumes nacionais). No lançamento para influenciadores e jornalistas (entre eles, este que escreve), a  Natura promete que o perfume chega a durar até 10 horas na pele.

Logo que se aplica o perfume, o cheiro das notas de cabeça é bem especiado e aromático, com o predomínio do doce-picante da pimenta rosa. Na composição desse cheiro inicial, entram também pimenta preta, grapefruit, gengibre, acorde aquoso (combinação de notas aquáticas) e uma dobradinha responsável por um toque refrescante: estoraque (resina aromática) e poejo, erva de cheiro mentolado.

Um tempo depois, se manifestam notas florais (lavanda e violeta), de especiarias (zimbro e cardamomo), olíbano (resina usada como incenso, bem marcante no K Max), mais um toque de couro, bem másculo. O fundo (o cheiro que fica no corpo) é bem amadeirado, juntando notas tradicionais masculinas como sândalo, cedro, almíscar, patchuli, vetiver e cashmeran (nota sintética também conhecida como madeira da caxemira) com notas menos conhecidas, como o breu branco (resina de árvore nativa da Amazônia) e o amber Xtreme (um âmbar que até pouco tempo era ingrediente “secreto” da perfumaria).

A criação do K Max é assinada por Verônica Kato, da Natura, uma das mais conceituadas e premiadas perfumistas do Brasil, e os franceses Nicolas Beaulieu e Jean-Christophe Herault.

O frasco, todo preto, é bem classudo. O vidro de 100 ml custa R$ 179,00 (bem em conta). Meu veredito é que o K Max é um lançamento muito interessante e uma ótima opção para quem busca um perfume marcante com preço acessível.

https://www.instagram.com/homemnoespelho

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.