O tênis icônico que há 100 anos está na moda

Esse sneaker clássico saiu das quadras de basquete para ganhar as ruas. De cano alto ou baixo, ganhou novos materiais e não arredou pé da moda.

Por Wilson Weigl

A história dos sneakers PRO-Keds começa bem lá atrás, ainda nos anos 1920, quando a indústria U.S. Rubber lançou um sapato de lona com sola de borracha batizado de Keds. O nome, aliás, acabou virando décadas depois sinônimo para qualquer tipo de tênis aqui no Brasil. Também naquela época os calçados começaram a ser conhecidos como “sneakers”, já que o solado de borracha permitia um andar silencioso (“to sneak” em inglês significa esgueirar-se, andar sorrateiramente). Logo em seguida, o Keds ganhou seu maior concorrente mundial, o All Star da Converse.

A PRO-Keds foi oficialmente criada em 1949, depois da Segunda Guerra Mundial, focada no modelo Champions, para basquete. Pouco tempo depois, o jogador George Mikan, um gigante do basquete americano (gigante em todos os sentidos, porque media 2,08 m e pesava 111 kg), adotou o sneaker Royal junto com seus companheiros do Minneapolis Lakers na temporada 1953-1954 da NBA até a final, quando o time levou a taça. Ídolo na sua época (foi eleito um dos 50 maiores jogadores da história da NBA), Mikan deu o empurrão que faltava para o sucesso da PRO-Keds.

Segui-se o modelo Royal, em canvas, com cano alto e baixo. Ao longo do tempo foram introduzidos mais modelos, sempre na mesma pegada, com o mesmo design, solado e bico em borracha e duas listras laterais, mas incorporando novos materiais como camurça (suede) e couro. Em 2014, a marca foi descontinuada, para depois ser relançada em grande estilo em 2016.

Hoje, esse estilo de tênis nunca esteve tão na moda, principalmente pela força do streetwear, a moda de rua. Tanto que se encontra os sneakers da PRO-Keds em diversos materiais: canvas, camurça, jeans, piquê e até com algumas estampas (como xadrez, por exemplo). O clássico dos clássicos da marca é o Royal Plus, que leva como detalhe duas listras laterais.

No Brasil, eles são produzidos pela Blend Sport, do pólo calçadista gaúcho de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, e vendidos em lojas físicas e online. Clique aqui para visitar as lojas parceiras do Homem No Espelho.

https://www.instagram.com/homemnoespelho/

 

8 Comentário

  1. Wow that was strange. I just wrote an extremely long comment
    but after I clicked submit my comment didn’t show up.
    Grrrr… well I’m not writing all that over again. Anyhow, just wanted to say wonderful blog!

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.