LEIA!

Cabelo fraco, oleoso? Faça um peeling de couro cabeludo

O peeling em dermatologista trata vários problemas de queda e enfraquecimento dos fios. Na consulta, o médico ainda avalia o estado do seu cabelo.

homem-no-espelho-queda-de-cabelo-peeling-capilar

Por Wilson Weigl

Percebeu que seu cabelo anda caindo mais do que de costume ou anda fraco ou oleoso demais? O couro cabeludo coça ou descama? Então vale investir em uma consulta com um dermatologista. Nós homens devemos ficar alertas a qualquer problema de cabelo, você sabe, porque às vezes um problema à toa provoca um estrago tremendo no futuro. A calvície geralmente tem fundo hereditário, mas nem sempre. Há outras causas do cabelo fraco e ralo que são bem fáceis de combater. Caspa, seborreia e oleosidade excessiva, por exemplo, fazem um imbróglio no couro cabeludo e prejudicam o crescimento saudável dos fios.

Você já ouviu falar em peeling do couro cabeludo? O de rosto você já conhece, certo? O capilar funciona do mesmo jeito. O procedimento — verdadeiro “detox” no telhado — é uma faxina profunda que remove impurezas acumuladas e células mortas que “entopem” os bulbos capilares, abrindo espaço para a renovação celular.

Por mais que você dê um trato legal no cabelo, ele é vulnerável a agentes externos além do seu controle. “Como a pele do rosto, o cabelo também sofre a ação prejudicial de poluição, raios solares e resíduos químicos de xampu, gel, pomada e cera”, explica a dermatologista Bel Takemoto, membro das Sociedades Brasileiras de Dermatologia (SBD) e de Cirurgia Dermatológica (SBCD).

Outro ponto importante: a corrente sanguínea leva ao bulbo capilar os nutrientes necessários para o desenvolvimento saudável dos fios. Inflamações no couro cabeludo comprometem essa boa nutrição dos bulbos. O peeling também ativa a circulação sanguínea local, favorecendo a “alimentação” do cabelo.

Quer um conselho? Não perca tempo e dinheiro com peelings caseiros ou feitos em cabeleireiros, caso perceba que algo não anda bem na sua cabeça. Só o dermatologista dispõe de aparelhos capazes de fazer o diagnóstico preciso do problema (como a análise microscópica do fio) e ir direto ao ponto. Até porque existem vários tratamentos dermatológicos específicos para tratar queda e enfraquecimento de cabelo com ótimos resultados. “Certas alterações hormonais e doenças crônicas também afetam a saúde capilar. É importante procurar um médico especialista quando se percebe que os cabelos estão caindo muito ou crescendo fracos e sem força”, diz Bel Takemoto.

O peeling é feito com produtos de ação bactericida — geralmente ácidos já consagrados no uso facial, mas em concentrações menores e desenvolvidos com vetorização ou nanotecnologia. No caso de cabelos ressecados pela ação do sol, da água do mar ou da piscina, o peeling pode ser complementando com cosméticos hidratantes, que devolvem brilho e flexibilidade aos fios.

Às vezes, uma visita ao dermatologista já basta para dar cabo do problema. Porém, como cada caso é um caso, pode ser necessário repetir o procedimento algumas vezes. Mas para salvar o cabelo, o investimento está valendo, não é?

Por favor, espere...

Quer receber dicas sobre cuidados com barba, cabelo e pele e as novidades em perfumes e produtos masculinos?

Inscreva-se com seu e-mail e receba nossa newsletter