Depilação com lâmina: aprenda como fazer sem erro

Veja quais são os principais cuidados a tomar para deixar a raspagem mais fácil e com menos risco de cortes e irritação da pele.

Depilação masculina com lâmina - Homem No EspelhoPor Wilson Weigl

Hoje, segundo pesquisas, um em cada quatro homens no mundo raspa alguma parte do corpo abaixo do pescoço (ou seja, barba não entra na conta) — no Brasil, a porcentagem é de 28%. A depilação caseira feita com lâmina ou máquina é o método mais utilizado, porque além de rápido e barato, proporciona bons resultados. Mas existem alguns cuidados a tomar para deixar a raspagem mais fácil e com menos risco de cortes e irritação da pele.

Quais partes do corpo pode-se raspar com lâmina? Praticamente todas: peito, axilas, ombros, cabeça, costas, bunda e virilha. Neste último caso, cuidado: use o aparelho apenas na virilha, nunca no saco escrotal ou na base do pênis. Uma manobra descuidada com a lâmina nessas áreas pode ser bem perigosa.

Os dos principais contras do método é sua baixa durabilidade, principalmente comparado com a cera e o laser. Como as lâminas cortam os pelos rentes à superfície da pele, não nas raízes, eles voltam a despontar rapidamente e às vezes coçam ao nascer. Mais: o uso frequente da lâmina pode causar irritações e alergia em quem tem pele sensível. E se você tem propensão a pelo encravado, pode ter a surpresa desagradável de vê-los aparecer nos lugares mais inusitados.

Existem aparelhos desenhados especialmente para depilação masculina, como o Gillette Body e o Styler, que facilita a raspagem dos pelos mesmo nas partes do corpo mais sinuosas.

Veja como fazer o serviço do jeito certo.

Apare os pelos antes de passar a lâmina

Corte os pelos com tesoura (ou máquina) o mais rente possível antes de depilar, principalmente se for muito peludo. Quantos mais compridos estiverem os pelos, mais vezes você terá de passar a lâmina, complicando o processo e aumentando risco de cortes.

Depile no chuveiro (ou depois do banho)

A água quente e o vapor amolecem os pelos e a pele e abrem os poros, facilitando o processo. Mas nunca faça o trabalho a seco só com água. Use espuma ou gel de barbear, que vão lubrificar a pele e fazer a lâmina deslizar com menos atrito. Caso opte por depilar no banho e não tenha pele sensível, use a espuma de um bom sabonete líquido.

Use sempre uma lâmina nova

Sim, você precisa usar sempre um cartucho novo, zero quilômetro, para evitar irritação e cortes. Prefira os cartuchos de 3 ou 5 lâminas com fitas lubrificantes, que fazem a depilação ou o barbear mais confortável e com menor risco. Os aparelhos descartáveis, baratinhos, valem o quanto custam.

Enxague a lâmina a toda hora

Passe a lâmina embaixo d’água a cada duas ou três passadas para retirar os pelos, a espuma e as células mortas. Não bata o aparelho na borda da pia, porque os cartuchos têm um design preciso e as batidinhas desalinham as lâminas, prejudicando sua precisão.

Passe a espuma ou o gel várias vezes

Você vai facilmente perceber que é preciso passar a espuma ou o gel várias vezes num mesmo lugar. Não economize. Em algumas áreas do corpo, é preciso dar várias passadas de lâmina para raspar totalmente os pelos e a pele deve estar sempre bem lubrificada.

Cuidado com os mamilos

Eles são sensíveis e facilmente sujeitos a cortes. Passe a lâmina com cuidado ao redor deles. Use as pontas dos dedos da outra mão para cobri-los.

Depilação masculina com lâmina - Homem No Espelho

É preciso se preocupar com a direção dos pelos?

Diferentemente do rosto, no corpo os pelos crescem em várias direções em um mesmo local. Nos ombros, costas e peito, não é preciso levar tanto em conta a direção do pelo. Passe a lâmina em movimentos curtos, limpando sempre o aparelho para retirar os pelos grudados.

Passe hidrante corporal ou pós-barba

Depilar o corpo não é diferente de fazer a barba. A lâmina agride a pele, retirando sua camada superficial (camada córnea) e a consequência pode ser irritação, vermelhidão ou ardência. Aplique em seguida um produto calmante, que pode ser especificamente corporal ou até o pós-barba (melhor se for em forma de gel). Evite produtos que contenham álcool.

Se sair ao sol, não esqueça do protetor solar

A radiação solar é a pior inimiga da pele, em qualquer situação. Pior ainda quando a pele está recém-depilada, sensível. O ideal é, após a remoção de pelos, não se expor ao sol, nem frequentar praia ou piscina. Mas na vida real isso pode ser impossível, principalmente se você estiver raspando os pelos de última hora antes de ir à praia. Capriche então no filtro solar. Use produtos que oferecem proteção alta (FPS 50 é o índice perfeito) para evitar queimaduras, vermelhidão e manchas de pele.

Precisa tomar cuidado com as tatuagens?

Não, porque os pigmentos utilizados nas tatuagens penetram profundamente na pele. Não há problema algum em raspar os pelos das áreas tatuadas do corpo.

Modelo: Deyvid Silva

https://www.instagram.com/homemnoespelho/

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.