Diminuir a queda de cabelo é mais fácil do que você pensa!

Quando o cabelo começa a cair ou afinar (e a culpa não é da genética), você pode experimentar táticas que ajudam a recuperar a força dos fios. Basta mudar um pouco sua rotina de cuidados. 

Por Wilson Weigl

Muitos homens têm mais medo de ficar careca do que ficar sem dinheiro ou broxar na cama. Até que eles têm razão, porque dinheiro se recupera. E cabelo não. Broxada acontece vez ou outra, todo homem supera. E ficar careca não tem volta (a não ser com transplante, implante ou peruca).

Mas quando o cabelo começa a rarear, muitas vezes é possível (e descomplicado) atenuar ou reverter o cenário e recuperar a força dos fios com cuidados bem simples e produtos adequados. Isso desde que a queda não seja causada pelo fator hereditário, que é a principal causa da calvície. Se você está percebendo o aparecimento de entradas, seu cabelo está afinando ou caindo mais do que o normal, primeiramente descarte a possibilidade de herança genética (a alopecia androgenética é a causa mais comum da calvície e também a mais complicada de tratar). Olhe os álbuns de fotografia da sua família, porque muitas vezes seu pai e avô podem ser cabeludos mas o gene da alopecia é herdado do lado materno.

Eliminada a chance do problema ser genético, ele pode ser bem mais simples e fácil de reverter e solucionar.

Se você tem cacife, vale a pena procurar um dermatologista ou tricologista (especialista em cabelo) para uma análise do seu couro cabeludo. O médico vai observar se o problema não é algum tipo de inflamação que pode sufocar as raízes dos fios, impedindo seu crescimento saudável. Ou outros problemas como dermatite seborreica e excesso de oleosidade. E olha só, existem muitos tratamentos que dão conta desses problemas e não custam caro. O especialista pode receitar medicamentos para combater a queda. Mas só se deve tomar ou aplicar os remédios com receita do médico, ok? nada de se automedicar, porque os remédios apresentam diversos efeitos colaterais, incluindo diminuição da libido.

Existem também algumas táticas para você colocar em prática em casa e começar a ter controle sobre a situação.

  • Use shampoo e loção antiqueda

Nenhum produto é capaz de fazer milagre, mas o enfraquecimento e a queda dos fios podem ser consequência de falta de nutrientes e até de inflamação no couro cabeludo, como eu disse acima. Shampoos e loções antiqueda têm ingredientes como vitaminas, aminoácidos e complexos exclusivos desenvolvidos pelas marcas com a finalidade de combater fungos e nutrir raízes e fios, encorpando e engrossando o cabelo. Quanto mais cedo você começar a usar esses produtos, melhores os resultados, caso o problema esteja localizado no couro cabeludo.

  • Lave o cabelo diariamente

Ao contrário do que você ouve por aí, lavar a cabeça diariamente não provoca queda ou qualquer outro problema no couro cabeludo. Pior é deixar o cabelo impregnado de oleosidade, suor, poluição e resíduos de gel e pomada — isso sim contribui para a caspa e o enfraquecimento dos bulbos capilares, que ficam sufocados embaixo de tanta sujeira. O cuidado é sempre usar shampoo suave, formulado para uso diário. Se seu cabelo for muito seco, você pode até pular um dia, mas não é o recomendado pelos especialistas.

  • Passe o shampoo duas vezes

Como a gente geralmente tem cabelo curto ou médio, costuma passar shampoo uma vez só e acha que o serviço está bem feito. A primeira lavagem não limpa a fundo, só espalha a sujeira pelos fios. Só a segunda remove completamente a oleosidade e os resíduos de finalizadores. Não é à toa que os rótulos dos xampus sempre têm aquela recomendação: “repita a operação”.

  • Não use sua força bruta

Esfregar o couro cabeludo com a mesma força que levanta halteres na academia não faz nenhum bem para seu cabelo. Ao contrário, faz muito mal. Usar muita força no couro cabeludo ativa as glândulas sebáceas, que passam a produzir mais óleo, deixando o cabelo sujo antes do tempo. E também quebra os fios. Aplique o shampoo no cabelo molhado e faça manobras suaves, massageando levemente a cabeça com as pontas dos dedos.

  • Elimine resíduos de gel, pomada e cera

Assim como a sujeira e a oleosidade, os resíduos das substâncias químicas dos produtos modeladores (gel, pomada, pasta, cera, spray) também se acumulam nas raízes dos cabelos. E quanto mais barato for o produto, maior a chance desses ingredientes químicos não serem lá grande coisa. Por isso você deve evitar dormir com finalizador no cabelo. Mesmo que for de madrugada, depois da balada, lave o cabelo. E se você usa diariamente gel, pomada ou cera, o ideal é usar uma vez por semana shampoo anti-resíduos, que limpa a fundo o couro cabeludo.

  • Capriche na alimentação

A deficiência crônica de alguns nutrientes pode comprometer a saúde capilar. ÀS vezes a alimentação é até saudável, mas faltam no organismo algumas proteínas, vitaminas e minerais que desempenham papel importante no ciclo de crescimento do cabelo, que daí fica fraco e cai. Caso você queira dar uma força ao seu cabelo, precisa alimentá-lo corretamente. São vários os nutrientes que precisam estar sempre no seu prato para garantir o desenvolvimento, crescimento e resistência dos fios. O Homem No Espelho tem um post completo falando de todos esses nutrientes (clique aqui para ler).

https://www.instagram.com/homemnoespelho/

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.