O treino superpoderoso de Jason Momoa para Aquaman

Disciplina e dedicação são chaves para construir um físico de herói. Não foi diferente no treino de Jason Momoa para Aquaman: pegou pesado na musculação, suou no cardio e adotou dieta restrita.

Por Wilson Weigl

Muito músculo e pouca gordura corporal. Esses são sempre os requisitos exigidos de um ator ao entrar na pele de um super-herói dos quadrinhos.  E as transformações só acontecem graças ao trabalho dos preparadores físicos que colocam os galãs na linha dura durante meses, antes e durante as filmagens. Foco, disciplina e dedicação são chaves na construção de um físico digno de um herói. Não foi diferente para o havaiano Jason Momoa encarnar o Aquaman, o Rei de Atlantis, da DC Comics. Pegou pesado na musculação, suou no cardio para secar, adotou dieta restrita.

Aos 39 anos, Jason é um cara peso-pesado: tem 1m94 de altura e pesa 97 kg. Sua carreira decolou em 2010 com “Conan, o Bárbaro” (interpretando o papel que já foi de Arnold Schwarzenegger) e ganhou fama mundo afora vivendo Khal Drogo em “Game of Thrones” (um personagem que não dá para esquecer). Jason já havia sido o Aquaman em “Batman Vs. Superman” (2016) e em “A Liga da Justiça” (2018), mas em 2018 virou astro de seu filme “solo”.

Quem lembra do ator na pele de Khal Drogo repara que ele não está mais tão grande quanto na época do dothraki. Para “Aquaman”, Jason trabalhou com o preparador físico Mark Twight usando o método Gym Jones, o mesmo usado por Henry Cavill em “Super-homem” e Gerard Butler em “300”. Esse método, que é bem flexível e é quase um acompanhamento 24 horas do aluno, vem sendo incorporado por inúmeras academias nos Estados Unidos, inclusive nas especializadas em treinamentos militares. Respeitando o estilo de vida de Jason Momoa, entre os treinos de musculação pesada o treinador Mark Twight reservou períodos para o ator praticar sua paixão: a escalada indoor.

Treino: 2 horas por dia, 5 a 6 vezes por semana

A rotina de treinamento de Jason Momoa foi monstro, como sempre são as preparações dos atores que  encarnam os super-heróis musculosos do cinema (clique aqui para ver os treinos do Super-homem, do Tarzan, do Thor e outros). Musculação pesada, é claro, foi o foco principal, mas duas ou três vezes por semana o ator foi liberado para a escalada. Essa prática, segundo o preparador físico Mark Twight, ajudou a construir o físico musculoso porém seco do Aquaman: quanto menos peso corporal, mais fácil escalar.

Mark Twight, que já tinha trabalhado com Jason nos filmes anteriores encaixou a escalada indoor nos treinos de duas a três vezes por semana. “Nós não fadigávamos na musculação os músculos usados para escalar (costas, bíceps e antebraços) na véspera da escalada. Treinávamos esses músculos depois da escalada para sobrecarregá-los. Daí tínhamos jogo de cintura para focar os treinos em peito, ombros e pernas nos outros dias”, contou Mark à revista Men´s Health americana.

Dieta tinha sashimi, carne, abacate e quinoa

Ao criar a dieta para a preparação de Momoa, o nutricionista Stuart Walton se baseou no tripé nutrição, equilíbrio e prazer. Traduzindo, o ator obviamente teve de seguir uma dieta saudável, com equilíbrio de carboidratos, proteínas e gorduras na medida para o ganho muscular, mas sem abrir mão do prazer de comer. Jason teve direito até a cheat meals, por que ninguém é de ferro, nem mesmo o Aquaman (leia abaixo)

Antes dos treinos de manhã, Jason consumia carboidratos em forma de frutas frescas ou, se fossem à tarde, quinoa ou arroz integral. Na questão de gorduras e proteínas, o prato do ator sempre tinha sashimi (peixe cru fatiado) ou carne, com abacate e azeite de oliva para agregar uma dose de gordura saudável. Em entrevista ao canal E! Entertainment, confessou ter dificuldade em emagrecer, por causa de sua genética. “Nós, havaianos, se comemos, ficamos grandes. Durante a preparação para Aquaman, não podia comer muito para me manter musculoso”.

Cheat day: o dia de trair a dieta restrita

Um dos segredos da dieta de Momoa foi a liberação de um cheat day, o dia da semana em que se “engana” (cheat em inglês) a dieta e fica liberado comer o que se tem vontade. Além de prêmio por seguir uma alimentação regrada pelos outros seis dias da semana, segundo os especialistas a cheat meal tem benefícios psicológicos, pois funciona como válvula de escape para poder suportar as dietas restritas. Então, quem come frango, arroz integral e legumes religiosamente pode tirar um dia (um só) para atacar pizza, hambúrguer e batata frita. Sem culpa.

No caso de Jason Momoa, sua outra indulgência era em forma líquida – a cerveja, uma paixão do ator, que tem sua própria marca na Guinness. Mesmo assim, o álcool era totalmente proibido nos períodos anteriores às filmagens de cenas sem camisa.

Caso você queira experimentar, o princípio do cheat day é que 90% da dieta seja completamente livre de gorduras, comidas industrializadas e doces e apenas 10% liberados para as “escapadas” semanais.

Assista aqui flashes do treino monstro de Jason Momoa para Aquaman.

https://www.instagram.com/homemnoespelho/

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.