Roupa de academia: o que vestir para treinar

Todo homem tem que cuidar do visual também na hora do treino. A academia não é lugar para desfilar, mas nem por isso deve-se deixar de caprichar na roupa.

Homem No Espelho - Como se vestir academia homem

Por Wilson Weigl

Todo homem tem que cuidar do visual também na hora do treino. A academia não é lugar para desfilar, mas nem por isso deve-se deixar de caprichar na roupa. Olhar no espelho fica ainda mais motivador!

Sem falar que, se você for solteiro, a academia também é lugar de dar umas espiadas aqui e ali, dissimuladamente ou explicitamente. Do mesmo jeito que você olha outras pessoas, é bem provável que tenha alguém de olho em você! Que vai querer se mostrar da melhor maneira possível, certo?

A academia é um lugar relax, descontraído, mas tem uma rapaziada que abusa na falta de capricho ao se vestir. Usam roupa velha, desbotada, descombinada. Malham de bermudão de surfe, camiseta que ganharam de brinde em corrida de rua ou, ainda, que parece abadá!

Como roupa de academia não passa de shorts, camiseta, meia e tênis (ah, e uma boa cueca também. caso ela apareça durante um exercício), fazer boas escolhas não tem mistério. Fundamental é optar por peças bacanas, de marcas de qualidade.

Seria óbvio dizer que deve-se escolher roupas que favoreçam a movimentação e a amplitude dos movimentos, sem risco de apertar ou rasgar, porque todo mudo sabe. Vamos falar de estilo mesmo!

  • Regata e camiseta

Você pode optar por regata ou camiseta de manga curta, dependendo de como você se sente mais confortável ou se o dia está frio ou quente.

A moda fitness atual privilegia as regatas com modelagem mais larga e confortável, deixando de lado as peças muito coladas no corpo.

A regata também pode ser justa, se você está com o corpo em dia. Se você for muito magro ou estiver acima do peso, evite.

As camisetas long, mais compridas, são uma opção bem atual para usar na academia.

Se você está com o corpo em dia, evite se vestir de modo exibicionista, querendo chamar atenção. Evite peças muito justas, que deixem seus músculos explodindo.

Nada de usar aquelas camisetas exageradamente cavadas, típicas de “marombeiro”. Pior ainda se forem recortadas com tesoura. Execrável!

  • Bermuda e short

Na academia, só deve-se usar roupa de academia. Está claro? Bermuda de surfe, só na praia! Short de corrida, curto, com as laterais abertas, só para correr. As bermudas de academia têm comprimento na altura do joelho ou um pouco acima.

As bermudas de moletom, mais folgadas, são clássicos da academia.

As bermudas de compressão ajudam a melhorar o desempenho. Mas como são bem justas, pode ficar estranho sair revelando suas formas para o mundo. Uma boa ideia é usá-las por baixo da bermuda, um pouco mais curta. Fica bem legal!

  • Calça estilo jogger

É aquela calça fechada na canela com elástico ou zíper, com ou sem bolsos laterais, geralmente feita de moletom ou tecido sintético. Os nomes oficiais são jogger e track pant. Faz parte de conjuntos com jaqueta ou sweatshirt ou é vendida separadamente.

As calças joggers da moda não são muito largas, como as antigas calças de moletom, mas mais ajustadas às pernas.

Nos dias frios, é uma boa pedida combinar a calças jogger com moletom ou camisa de manga comprida, em algodão ou tecido dry-fit.

  • A escolha do tecido

Tanto a camiseta quanto a bermuda ou short devem ser preferencialmente confeccionados em algodão natural ou  tecido tecnológico, tipo dry-fit, que absorvem o suor. O tecido 100% algodão absorve naturalmente a transpiração, mas fica encharcado.

Já as peças em tecidos dry fit contribuem para a evaporação do suor e, diferentemente do algodão, são fáceis de lavar e muitas vezes não precisam ser passadas a ferro.

  • A escolha das cores

As marcas de roupas esportivas costumam ser bem ecléticas; algumas oferecem roupas bem coloridas. Se você não quer esquentar muito a cabeça na hora de se aprontar para o treino, a sugestão é montar uma seleção de peças esportivas em cores neutras, branco, preto e tons de cinza, que são fáceis de combinar.

Cores terrosas, do bege claro ao marrom, também são opções discretas e fáceis de combinar.

Mas se você curte cores vivas, existem muitas opções de peças esportivas em neon, por exemplo. Só preste atenção às combinações de cores, para não ficar parecendo um arco-íris. Combina a peça colorida (seja bermuda ou camiseta) com outra em cor neutra.

  • Valorize seu tipo físico

Nenhum homem deve se sentir constrangido por estar fora de forma no meio dos caras sarados. Tanto faz se está acima do peso ou é muito magro. A academia é onde as pessoas buscam saúde e bem-estar e não necessariamente o corpo perfeito. Entretanto, da mesma forma que você fora da academia opta por peças que combinem com seu tipo de corpo, dê atenção à roupa de academia para valorizar seus pontos fortes ou disfarçar seus pontos fracos.

Acima do peso – Como expliquei acima, não tem que se sentir diminuído na academia porque está acima do peso. Mas se quiser dar uma disfarçada nos quilos a mais, evite usar roupas justas e curtas. Opte por peças largas, de preferência por cores escuras, que dão impressão de diminuir a silhueta. O preto é famoso por ser uma cor que “emagrece”.

Magros – Vale o mesmo recado que dei acima para os cheinhos: não fique se comparando com os caras sarados. Nada de alimentar complexo de “frango”. Mas se quiser se sentir mais autoconfiante na academia, não use roupas nem muito largas nem muito justas, que acentuam a magreza.

Sarados – Está liberado mostrar para o mundo que está com o corpo em dia e que todo seu esforço na academia valeu a pena. Apenas evite se vestir de modo exibicionista, querendo chamar atenção. Menos é mais.

Como eu disse lá em cima, evite as camisetas muito cavadas, de “marombeiro”, ou peças muito justas, que deixem seus músculos explodindo fora da roupa. Revele seu corpo de forma natural.

  • Use o tênis certo

A não ser que você faça bastante cardio na esteira, é desnecessário usar tênis de corrida muito sofisticado para praticar musculação. Os tênis de corrida são projetados com sistemas de amortecimento para minimizar o impacto e melhorar o impulso, o que é desnecessário na academia. Para treinar com pesos, o ideal é optar por tênis com solado firme que propicie estabilidade nas posições estáticas. O solado deve ser reto e baixo, porém maleável.

  • Toque final: evite tecidos 100% sintéticos

Ao comprar uma roupa de academia, preste atenção à etiqueta com a composição do tecido, para evitar tecidos 100% sintéticos. É fácil confundi-la com uma peça com tecnologia dry-fit, já que ambas usam fibras artificiais. O preço já dá uma pista, porque peças sintéticas são muito mais baratas do que as tecnológicas. Ao contrário das peças dry-fit, roupas feitas exclusivamente em materiais como poliéster não absorvem o suor, esquentam (porque não deixam a pele respirar) e fazem você transpirar mais e ficar fedido.

https://www.instagram.com/homemnoespelho/

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.