Maskne: como evitar espinhas causadas pela máscara

Continuam aumentando os casos de acne e outros problemas de pele durante a pandemia. Surgiu até uma palavra em inglês, maskne, para batizar a acne causada pela máscara. Veja como evitar.

acne causada pela máscara

Por Wilson Weigl

Você percebeu que apareceram ou aumentaram as espinhas nas regiões próximas à boca e nariz depois que começou a usar máscara? Pois é, tem sido frequente a reclamação do aumento de acne desde o início da pandemia por causa do uso prolongado das máscaras, por horas a fio. 

Surgiu até uma palavra em inglês, maskne, para batizar a acne causada pela máscara. E como elas ainda vão ser nossas companheiras inseparáveis durante um bom tempo, é bom saber como prevenir ou diminuir os problemas de pele causados pelo acessório.

“Dependendo do tempo de uso e do material, a máscara pode provocar ou aumentar o surgimento de cravos e espinhas devido ao aumento da secreção sebácea da pele por causa da oclusão, ou seja, a obstrução da pele, e também por causa do atrito, do abafamento e da umidade da respiração”, explica a dermatologista Adriana Vilarinho, da Clínica Adriana Vilarinho, de São Paulo, referência em dermatologia no Brasil. 

Homem No Espelho - Acne causada pela máscara

Abafamento, oleosidade e sujeira da pele e até as bactérias que naturalmente vivem na epiderme criam um ambiente favorável à inflamação e, consequentemente, ao surgimento das espinhas.

O mecanismo da acne é simples: quando as glândulas sebáceas do rosto produzem muita quantidade de sebo, ele se acumula nos poros em forma de tampões que escurecem em contato com o ar — os cravos. Quando a gordura acumulada nos poros obstruídos infecciona pela ação de bactérias (como a Propionibacterium acnes), surgem as lesões vermelhas, inchadas e cheias de pus — as espinhas.

Um agravante, segundo a médica, é que, com o uso diário da máscara, muitos homens podem acabar deixando de lado os cuidados com a pele do rosto que, com o uso prolongado desse equipamento de proteção, pode ficar oleosa, abafada e sensível, o que predispõe a ainda mais problemas, como irritação, infecções e até mesmo alergias.

Para piorar o quadro, há também o estresse emocional causado pela covid-19 que quase sempre se reflete na pele. “Ainda é possível que ocorram pequenas manchas na pele e até mesmo o surgimento ou piora da rosácea”, diz Adriana.

LEIA TAMBÉM

Um dos principais cuidados para prevenir e evitar a maskne, é a higienização correta tanto da pele quanto da máscara. pois se ela estiver suja ou em mau estado de conservação, além de poder gerar esses problemas de saúde, tende a perder sua eficácia.

Saiba quais cuidados devem ser acrescentados à sua rotina, para manter a pele saudável mesmo com uso da máscara, segundo a dermatologista da Clínica Adriana Vilarinho.

  • Lave bem o rosto antes e depois do uso da máscara, com sabonete apropriado ao seu tipo de pele. Lave o rosto pela manhã e à noite e até uma terceira vez ao longo do dia, se sentir que o rosto está muito sujo ou oleoso.
  • Se sua pele for muito oleosa, complete a limpeza facial com tônico facial (leia aqui o post sobre o produto)
  • Escolha máscaras de tecido que deixe a pele respirar, como algodão, seda ou TNT. Evite as que são produzidas em material sintético.
  • Use sempre uma máscara limpa, lavada com água e sabão.
  • Troque a máscara a cada 4 horas de uso.
  • Hidrate a pele depois de lavar. Mesmo a pele oleosa precisa de hidratação. A pele hidratada é mais resistente às agressões externas.
  • Passe protetor solar em todas as áreas do rosto. Ao contrário do que muita gente pensa, o filtro solar precisa ser aplicado em todo o rosto e não somente onde está descoberto.

Mas se perceber que esses cuidados não estão sendo eficazes para controlar a acne ou que apareceu algum outro tipo de problema de pele, procure um dermatologista.

https://www.instagram.com/homemnoespelho/

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.