Poros dilatados: esse também é um problema de homem

O surgimento dos buracos na pele é consequência do excesso de oleosidade, que afeta a maior parte dos homens. Veja como prevenir e diminuir poros dilatados.

Homem No Espelho - poros dilatados pele masculina

Por Wilson Weigl

Poro dilatado é outro problema de pele masculino por excelência, ao lado do excesso de oleosidade e brilho, acne e foliculite. Os milhares de poros que temos no rosto naturalmente são minúsculos, mas quando se dilatam ficam com aparência de buraquinhos — ou buracões — bem feios.

Isso acontece como consequência do excesso de oleosidade no rosto, que afeta grande parte dos homens. Os poros são pequenas aberturas cuja função é servir de canal para o sebo produzido pelas glândulas sebáceas chegar à superfície da pele, a fim de garantir sua lubrificação e evitar a aspereza e o ressecamento provocado pelo sol e outros agentes externos.

“A dilatação ocorre quando o acúmulo de sebo obstrui e alarga o poro, formando uma espécie de cicatriz na pele”, explica a dermatologista Ivana Prado, da Clínica Adriana Vilarinho, de São Paulo, referência em dermatologia no Brasil. Quando o poro está obstruído pelo sebo, pode virar comedão, popularmente chamado de cravo, branco ou escuro.

Homem No Espelho - poros dilatados pele masculina

Poro dilatado é um problema masculino comum porque a produção de sebo no rosto nos homens é duas vezes maior do que nas mulheres. “As glândulas sebáceas também são estimuladas a trabalhar mais sob ação da testosterona e, por isso, a pele masculina costuma ser oleosa, brilhante e com tendência à acne”, diz Ivana Prado.

As áreas do rosto mais propensas à dilatação de poros são as que têm maior concentração de glândulas sebáceas: testa, nariz e queixo, região conhecida como zona T. 

Como tantos outros problemas de pele, a tendência a poros dilatados é influenciada pela genética. Excesso de sol também contribui para sua formação por aumentar a oleosidade da pele. E à medida que se envelhece os poros dilatados ficam mais visíveis, porque a pele perde firmeza e elasticidade. 

LEIA TAMBÉM

Cuidados caprichados com a pele do rosto, evitando o acúmulo de oleosidade, ajudam a prevenir a dilatação, mas sabonetes, cremes e hidratantes são ineficazes para amenizar o problema quando ele aparece.

“Produtos que prometem diminuir poros dilatados têm ação limitada e apenas momentaneamente aparente. A maior parte desses produtos deixam a pele mais lisa e uniforme, mas o efeito de lifting dura apenas algumas horas. Alguns produtos ajudam no controle da oleosidade, o que pode ser uma opção para prevenir o problema”, diz a médica da Clínica Adriana Vilarinho.

“O único tratamento eficaz na diminuição dos poros dilatados é o laser”, frisa Ivana Prado. “A lesão do poro ocorre na camada média da pele, e apenas o o laser age nesse nível mais profundo”, explica. “A luz emitida pelo aparelho se transforma em calor na pele, estimulando as fibras de colágeno e elastina e reparando as lesões cicatriciais”.

Como acontece em outros tratamentos dermatológicos, o número de sessões necessárias para diminuir poros dilatados varia de acordo com o grau do problema e o tipo de pele da pessoa. Mas geralmente são necessárias de três a seis sessões. Como o procedimento dói bastante, para diminuir a dor usa-se um creme anestésico que deve agir de meia a uma hora antes do rosto estar pronto para receber os disparos de luz do aparelho, que são sentidos na pele como pequenos choques.

Homem No Espelho - poros dilatados pele masculina

Pra prevenir o surgimento dos poros dilatados, deve-se manter a pele limpa e evitar o acúmulo de sebo na superfície. 

  • Lave o rosto de manhã e à noite com sabonete facial (no rosto não pode usar sabonete corporal, que tem substâncias detergentes). Evite lavar o rosto mais do que duas (três, vá lá) por dia, porque mesmo só com água.
  • Depois de lavar o rosto, passe hidratante facial, para não ocorrer o chamado efeito rebote, em que as glândulas sebáceas trabalham ainda mais para compensar o ressecamento provocado pela limpeza, deixando o rosto ainda mais oleoso.
  • Faça esfoliação uma ou duas vezes por semana. O esfoliante limpa a pele a fundo (pela ação de partículas que fazem uma leve abrasão), retira sujeira, oleosidade e células mortas que se acumulam nos poros. Use apenas duas vezes por semana.
  • Evite usar produtos gordurosos, com textura muito cremosa, que podem entupir os poros, contribuindo para a dilatação. Prefira produtos masculinos com textura leve, em gel, por exemplo.
  • Ao escolher produtos faciais, observe no rótulo se eles são “não comedogênicos”. Isso significa que têm textura leve e ingredientes menos oleosos e, por isso, não entopem os poros e provocam comedões (cravos). Esse cuidado é ainda mais importante para quem tem tendência à acne.

Foto: Dreamstime

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.