Cuidados com a barba para homens negros

Por suas características únicas, a barba dos negros exige cuidados específicos. Até porque a pele escura tem algumas diferenças da clara. Confira o trato completo.

Por Wilson Weigl / Modelo: Lucas Alves @nlucasaq

A Declaração Universal dos Direitos do Homem proclama que todos são iguais em dignidade e direitos, sem distinção de raça, cor, sexo ou origem. Perfeito! Mas os homens não são iguais no que diz respeito a pele, barba e cabelo. A pele negra tem características distintas da branca (leia aqui o post) e também o cabelo e a barba apresentam particularidades. Aqui neste post você vai conhecer os cuidados com a barba para homens de pele escura.

Devido a algumas peculiaridades, a barba dos negros exige cuidados específicos. Por exemplo, é preciso caprichar na hidratação dos fios, que costumam ser secos e sujeitos a “frizz” (eletricidade estática que arrepia o fio). Como a barba é um depósito de resíduos, poeira, poluição e bactérias, é preciso também cuidar da pele embaixo dos pelos, o que previne coceira, descamação e pelo encravado.

Pelo encravado, aliás, é um grande problema, já que sua incidência é maior entre negros e mulatos. Como os folículos onde os pelos nascem são estreitos e achatados, em vez de redondos, os fios giram em espiral ao despontar, fazem uma curva e penetram novamente na pele. O organismo entende que esse pelo é um corpo estranho e produz a reação inflamatória que forma a bolinha vermelha (pseudofoliculite). Se essa lesão for infectada por bactérias, vira foliculite.

LEIA TAMBÉM

Confira abaixo todas as etapas do cuidado completo para a barba dos homens de pele negra.

Apare regularmente os pelos

Para cultivar barba, não basta deixar os pelos crescerem de qualquer jeito. Ou o resultado vai ser cara de sujinho ou náufrago. A não ser que seu objetivo seja ter aparência de bad boy ou hipster ou, ainda, adote o estilo de barba scruffy, com pelos desgrenhados, crescendo desornadamente. Se não for o caso, seus melhores amigos devem ser o aparador e a tesoura.

O ideal é aparar a barba uma ou duas vezes por semana, dependendo da velocidade de crescimento dos pelos (mais rápida para alguns homens e mais lenta para outros).

Só apare a barba quando ela estiver bem seca. Se molhada, ela fica com formato diferente do real.

Você pode optar pelo aparador elétrico ou pelo trabalho manual com tesoura. É só questão de preferência, mas a máquina proporciona um trabalho mais rápido, uniforme e bem acabado.

Ao escolher o pente de regulagem de altura, se você não tem certeza qual é o indicado para seu comprimento de barba, comece com um de altura maior, porque daí dá para corrigir e cortar um pouco mais.

Para aparar o bigode, use uma tesourinha de pontas finas ou arredondadas. Corte os fios na altura do lábio ou um pouco acima. Não deixe os fios avançando sobre a boca. Nos cantos, acerte na linha onde termina a boca.

Desenhe os contornos

Delinear os contornos da barba é outro ponto sem negociação. Muitos homens deixam os pelos ao natural no pescoço e nas bochechas, mas o resultado é um aspecto mal cuidado. Os contornos da barba devem ser bem desenhados no pescoço, nas bochechas, costeletas e embaixo dos lábios.

Você pode usar lâmina ou máquina, a seu gosto. Caso prefira o aparelho de barbear, aplique gel de barba, para facilitar o deslizar da lâmina. Ele é melhor do que a espuma por ser transparente e permitir ver exatamente as áreas onde se deve passar a lâmina.

O Homem No Espelho tem um post que explica como desenhar com perfeição todas as linhas da barba (clique aqui para ler).

Use shampoo específico para barba

Hoje contamos com uma infinidade de produtos formulados especificamente para barba – shampoos, condicionadores, bálsamos (balms) e óleos. Esses cosméticos são desenvolvidos levando em conta que os fios de barba podem ser bem diferentes dos de cabelo.

Você até pode usar o mesmo shampoo do cabelo, desde que seja um produto de qualidade. Mas pense que os fios de cabelo não são necessariamente iguais aos da barba (em geral mais grossos e secos) e que a pele do rosto é mais fina e sensível do que o couro cabeludo. Usar shampoo formulado para barba é garantia de que os pelos vão ficar limpos sem agredir a pele.

Finalize com bálsamo e óleo

Assim como o cabelo, a barba precisa de hidratação. Quanto mais longos os fios, maior é a tendência de ficarem ressecados.

Depois de lavar com shampoo, use condicionador ou bálsamo. Qual a diferença entre os dois produtos? Quase nenhuma, porque os dois cumprem a função de hidratar os pelos, deixando-os macios e fáceis de pentear. Geralmente o condicionador pede enxágue, durante o banho, enquanto o bálsamo deve ser usado com a barba úmida ou seca.

O condicionador de barba funciona como o produto para cabelo, nutrindo os fios e deixando os fios menos secos e mais maleáveis. Já o bálsamo (que às vezes na embalagem é chamado de balm, em inglês) também pode servir para disciplinar a barba. Os melhores produtos também tratam a pele embaixo dos pelos, evitando ressecamento e coceira (leia mais abaixo).

No final, se quiser, aplique óleo de barba para modelar e dar brilho. Ele também reforça a hidratação nas barbas longas, que ficam ressecadas nas pontas. Algumas gotas são suficientes para deixar a barba hidratada e perfumada.

Para saber mais sobre como usar os produtos específicos para lavar, hidratar e pentear a barba, leia nosso post: clique aqui.

Penteie todos os dias

Adote o hábito de pentear diariamente a barba para desembaraçar e ajeitar os fios, evitando aspecto desgrenhado. Use um pente de dentes largos (o pente de madeira não produz eletricidade estática, que arrepia os fios) ou o modelo especial para cabelo afro.

Cuide da pele sob a barba

Coceira, irritação, descamação, espinhas e pelos encravados são consequências de pele ressecada ou mal higienizada sob os pelos. Negros são ainda mais propensos a pelo encravado e foliculite do que homens de outras raças.

A barba acumula resíduos, poeira, poluição e bactérias que contaminam a pele. Sebo e sujeira se acumulam nos folículos onde nascem os fios e podem obstruir os poros e causar inflamação da pele. A superfície dela também tem células mortas que devem ser retiradas para que haja renovação celular.

De manhã e à noite, ao lavar o rosto com sabonete facial, massageie o rosto sob a barba com as pontas dos dedos. Quanto mais dura e cerrada for a barba, mais cuidadosa deve ser a limpeza da pele.

Uma ou duas vezes por semana, substitua o sabonete por esfoliante. Ele tem micropartículas que fazem uma limpeza profunda na pele, retirando as células mortas. Para saber mais sobre os benefícios da esfoliação, leia o post aqui.

Explore seu formato de rosto

A barba é um ótimo recurso para destacar ou disfarçar traços faciais. Há estilos de barbas que se harmonizam melhor com determinados formatos de rosto (oval, quadrado, redondo, triangular, diamante ou retangular). Por exemplo: caso tenha rosto muito arredondado, pode aparar a barba mais afunilada, para alongar as linhas faciais. Se seu rosto for muito comprido, deixe os pelos mais longos nas bochechas e mais curtos no queixo. 

Para saber qual estilo de barba combina melhor com cada formato de rosto, clique aqui para ler o post.

Instagram Homem No Espelho

1 Comentário

  1. Olá, tudo bem?
    Somos do curso profissionalizante de barbeiros, e nosso objetivo e levar a você um curso de barbeiro profissional, Oferecemos os segredos para você montar o seu negócio lucrativo de Barbearia, e você que já é um mestre na barbearia, venha obter mais conhecimento e se tornar um profissional melhor do que já é.
    Para maiores informações acesse nosso link:
    https://bit.ly/Curso_Barber_Online

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.